Documentos Para Tirar Visto Japonês

No artigo anterior, a Visto Rápido especificou a finalidade de cada tipo de visto, e agora vamos detalhar quais documentos o consulado exige no momento da solicitação. Semelhante ao requerimento de visto para a China, o processo para tirar o visto japonês também exige alguns documentos específicos para cada modalidade de visto, porém há uma exigência padrão para todas as categorias.

documentos necessários para tirar visto japonês

A documentação básica necessária é:

  • Passaporte dentro da validade de no mínimo seis meses (original).
  • Comprovante da passagem aérea e a reserva de hospedagem no Japão (cópia).
  • Cronograma ou roteiro de viagem.
  • carteira de identidade ou CNH (cópia autenticada ou original e cópia).
  • Comprovante de renda (cópia).
  • Uma foto no formato 3×4 ou 4,5 por 4,5.
  • Formulário de solicitação impresso, preenchido e assinado conforme o passaporte.


Documentos necessários dependendo da categoria do visto:

  1. Visto de Turismo ou visita a amigos:
  2. É preciso acrescentar à documentação básica, os extratos bancários dos últimos três meses ou o comprovante de renda da pessoa que vai financiar a viagem caso o solicitante seja dependente.

  3. Visto para visitar parentes:
  4. Além da documentação básica, apresente a Carta de Garantia em que uma pessoa no Japão declara que você irá ao país somente como visitante e afirma assumir os custos da viagem caso ocorra alguma eventualidade que impeça o requerente de se custear. A carta também garante através do “fiador” que ele assumirá a responsabilidade em caso de envolvimento do viajante com a legislação japonesa. Todos os dados pessoais do garantidor devem ser informados na carta. O modelo é disponibilizado no site da embaixada. Caso o próprio requerente for custear a viagem, é só apresentar a documentação específica para o visto de turismo.

  5. Visto de múltiplas entradas:
  6. Além da documentação básica e de comprovar emprego ou renda, é preciso comprovar que você está viajando por curta permanência (turismo, negócios, etc.,). Também é necessário apresentar a Carta Explicativa, indicando motivo pelo qual você precisa de um visto de múltiplas entradas.

  7. Visto de trabalho:
  8. Este visto também dá o direito à longa permanência no Japão, porém é necessário que o solicitante já esteja com o emprego garantido. A empresa que vai contratar deve providenciar o Certificado de Elegibilidade junto ao Departamento de Imigração do Japão. O documento atesta a atividade que você vai exercer no país.

  9. Visto comum:
  10. É o visto indicado para estudantes. A instituição de ensino no Japão deve providenciar o seu Certificado de Elegibilidade. Apresente o certificado junto com a documentação base.

  11. Visto de trânsito:
  12. Apresente os documentos básicos descritos no início do artigo e o visto para o país de destino, quando for necessário.

  13. Visto de negócios:
  14. Para o visto de negócios é necessário apresentar além dos documentos básicos, a carta da empresa que solicita a sua estadia no Japão. A carta informa que a instituição que faz o convite (seja ela brasileira ou japonesa), arcará com os custos da viagem.

  15. Visto para participar de congressos ou eventos esportivos:
  16. Apresente os documentos básicos, uma cópia do material sobre o evento que irá participar, e a Carta Explicativa do Convite individual. A carta disponibilizada no site da embaixada pede os dados da pessoa ou instituição que faz o convite, além de pedir que o convidante descreva o motivo e a circunstância da viagem.

  17. Visto específico:
  18. Esta categoria faz parte dos vistos de longa permanência para residir no Japão. Porém é específico para Nissei e Sansei, que são os filhos e netos de japoneses. Ou seja, é um tipo de visto especial para os descendentes e cônjuges de japonês, e por isso requer uma documentação diferenciada, como consta no site da embaixada no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *