logotipo da VistoRápido Atendemos em todo Brasil, contrate-nos!
ligação gratuita Ligue agora (0800)033-8477
entre em contato com visto rapido Email contato@vistorapido.com

Visto Americano Negado

Olá leitores da VistoRápido,
Neste post iremos falar um pouco de um dos tópicos mais procurados por leitores quando vão solicitar o visto americano que é sobre a rejeição de visto.

Realmente não deve ser fácil para algumas pessoas terem que passar por esse processo, pois além de você pagar a taxa do visto de U$160,00 dólares, gastar com despesas pessoais e tirar dois dias exclusivamente para se deslocar ate o Casv e ao Consulado, você ainda corre o risco de ter o visto negado, por isso é muito importante ter alguns cuidados na hora da solicitação para que isso não aconteça com você.

visto-americano-negado

Principais Causas de Rejeição do visto

Você fez todo o processo que o consulado exige, preencheu o formulário, pagou a taxa, agendou a entrevista, levou uma pasta cheia de documentos, chegou lá o agente não te pediu nada e disse que você não se enquadra no perfil para visitar os Estados Unidos da América e ainda não fala qual foi o motivo pela rejeição, apenas te entrega à famosa carta Section 214 (b) e você sai de lá sem entender nada. Mas isto é uma realidade e não tem como voltar atrás, você esta solicitante um visto para um país e o agente tem todo o direito de negar o visto se achar necessário, mesmo se você tiver uma boa renda e provar que não tem intenções de permanecer naquele país.

Há vários fatores que podem ser considerados significantes na hora da entrevista, com base numa solicitação para visto de turismo, vejamos os erros mais comuns dos solicitantes para que você não venha a cometê-los:

Ficar nervoso na entrevista – Quem já tirou o visto sabe que tipo de perguntas eles fazem na entrevista, às vezes perguntam quantos anos a pessoa tem mesmo sabendo a idade, mas isso é para testar se o solicitante não esta nervoso.

Falta de vínculos – Esse é um fator essencial, o entrevistador quer a garantia de que o solicitante retornará para o Brasil após o período cedido pela imigração, por isso se você não trabalha ou não estuda, o agente pode pensar que você estar indo para ficar.
Falta de documentos – No geral, raramente os agentes pedem documentos adicionais, mas é extremamente recomendado levar o imposto de renda e os extratos bancários, se por acaso o entrevistador pedir e o solicitante não tiver, pode ter certeza que as chances de ter o visto negado sobe para 90%.

Informações do formulário – Não deixe o entrevistador confuso, é importante que você saiba as informações que foram enviadas para o consulado através do formulário ds160 para que na hora da entrevista não haja conflito de informações.

Quando Posso Tentar Novamente?

A boa noticia que temos para pessoas que já tiveram visto negado de acordo com a seção 214B, o solicitante poderá realizar uma nova solicitação quando quiser. Uma dica que deixamos para os solicitantes que vão tentar o visto pela segunda ou terceira vez, é de que nunca altere seu perfil, ou seja se na primeira entrevista você disse que ganhava x não altere estas informações, pois quando você for fazer a nova solicitação e o agente verificar que as informações não conferem com as anteriormente enviadas, ele pode pensar que você esta mentindo, aconselhamos os solicitante preencher novamente o formulário usando as mesmas informações.

Ter o visto negado não significa que você deve mudar alguma coisa no formulário, documentos ou ate no modo de se vestir, pois às vezes o solicitante faz tudo certo, mas infelizmente como disse acima, o agente é o autoritário e acaba negando o visto sem mesmo ter um motivo para isso. Uma prova disso é de que a maioria dos solicitantes que não conseguem o visto na primeira tentativa acabam tendo o visto concedido na segunda solicitação. Se você vai solicitar o visto novamente não deixe de ver o nosso post com dicas para entrevista de visto americano.

Dúvidas? Faça sua pegunta em nosso fórum de discussão sobre visto americano
Abraço!

Curte ou Compartilha!

153 Comentários

  1. João Pedroso disse:

    Olá, ótimas dicas, estava precisando dela, bom mas fiquei com uma dúvida.
    Eu tenho bons vínculos com o Brasil, tenho trabalho com carteira assinada e faço faculdade, mesmo assim meu visto foi negado, eu falei com a pior atendente de todas, ela foi super grossa, inclusive disse que meu salário não daria nem para a passagem podem acreditar?? kk
    Enfim, eu vou tentar em fevereiro pela segunda vez, mas a dúvida é:
    Eu já era casado ( união estável) na primeira entrevista, porém disse que era solteiro, acha melhor manter solteiro ou alterar para casado? E dessa vez vou falar que eu e meu pai iremos pagar a viagem, coloco a soma dos nossos salários no formulário?
    obrigado.

  2. Izabel disse:

    Ola, boa noite, estou programando uma ida a disney junto com uma amiga. Ja estive no EUA uma vez, fui num programa de intercambio para trabalho, voltei no prazo correto e hoje so tenho de vinculo no Brasil meu carro e emprego fixo de quase 3 anos com carteira assinada. Ja fui para Europa to tranquila em relacao ao meu visto, mas depende muito, como visto. Mas minha amiga esta bastante preocupada, pq eh a primeira vez dela, e ela so tem como vinculo o trabalho com carteira assinada, nao declara imposto de renda, mas ela tem como abrir uma conta e movimentar um bom dinheiro, em media R$ 2000. Pretendemos ir em grupo numa agencia de viagem. Teria algo mais que pudesse ajuda-la? Ou so o trabalho e a conta bancaria seria o suficiente?

    • Murilo disse:

      Só com o trabalho e conta bancária é suficiente. Se ela tem a carteira assinada isso é bom porque mostra que ela tem vínculo com o Brasil. ;) Boa sorte.

  3. ANTONIO GOMES disse:

    A minha entrevista foi ontem, 03/01/14 . Fomos eu, minha esposa, minha mãe e minha filha. O agente foi super gentil, brincou com minha filha e foi super simpático.. Perguntou apenas para onde iriamos e nossas profissões e falou que o visto foi aprovado e nos desejou boa viagem.

  4. João Pedroso disse:

    Ola, postei uma dúvida recentemente, por gentileza poderiam responder.
    obrigado.

  5. Patricia disse:

    Boa tarde!
    Vou no dia 09 e 10/01/01 no Consulado do RJ tentar meu Visto. Vamos eu, meus esposo e um casal de amigos.
    Nós todos temos carros, casa própria, formados, bons salários, etc. Mas estou muito nervosa, lendo todos que forma negados, queremos ir para a Disney em maio. Que Deus nos ajude e de tudo certo.

  6. eduardo disse:

    oi queria saber de vcs se seria uma boa tentar meu visto denovo pois tentei no dia 1 de maio de 2009 e falei toda verdade que morei la 6 anos e eentrei pelo mexico e ele me disse que teria que fica 5 anos de punicao sera que devo tentar denovo e falar dinovo toda a verdade pois paguei por este tempo todo espero retorno grato

  7. Thiago disse:

    Gente, fui a entrevista hoje. Na triagem, pedi pra fazer a entrevista junto com meus amigos, pois fechamos o pacote de viagem pra Disney juntos. A entrevista em si foi super tranquila. Bem o oposto do que me falaram. O rapaz perguntou o que somos um dos outros. O que cada um fazia no dia a dia (trabalho ou/e estudo), pra onde íamos, se falamos inglês e se temos algum parente ou amigos nos EUA. Depois ficou digitando duramente um tempo, ate perguntou se estava sol lá fora. Sempre simpático, depois pediu pra colocarmos as digitais na maquina e depois disse que nossos vistos estavam aprovados. Isso sem pedir nenhum documento. Estávamos com medo, pois perdi minha carteira de trabalho semana passada e minha amiga esta com um problema na rematricula da faculdade. Enfim, desejo sucesso a vocês boa sorte e confiança que tudo da certo. Abraço.

  8. Camila Peres disse:

    Olá pessoal!
    Ainda vou agendar minha entrevista para tentar um visto de turismo, durante as minhas férias no meu serviço. Trabalho e estudo no Brasil. Pretendo ficar na casa da minha prima em Chicago por um mês, ela vai arcar com a minha passagem e despesas lá. Ela vai me mandar uma carta para que eu apresente no dia da entrevista. Essa carta precisa ser autenticada ou ela pode me mandar por internet mesmo? Sendo autenticada precisa ser a carta original ou pode ser escaneada pelo computador? Mandei essa perguntas para o site do consulado e fui informada de que essa documentação não é exigida, que não precisa ser autenticada ou original. Achei meio estranho!!! O que vocês acham?????

  9. Dafini disse:

    Olá! Estou preenchendo meu formulário e queria uma opinião… Eu no momento trabalho como autônoma, mas não consigo comprovar minha renda, então coloquei que estou desempregada. Vou viajar com meu namorado, eu que vou pagar minhas passagens e demais despesas, pois tenho bastante dinheiro guardado. A questão é, eu coloco que eu mesma custearei a minha viagem (como de fato acontecerá) ou coloco que outra pessoa a pagará pra mim pelo fato de ter colocado desempregada?

    Iremos nos hospedar na casa dos tios do meu namorado, e solicitamos a eles uma carta-convite no período que pretendemos ficar lá, aproximadamente 14 dias… Será que isso ajuda?

    Desde já obrigada!

  10. Nathalia disse:

    Estou organizando uma viagem de uma semana para Orlando com uma amiga (que já tem visto) e estou preocupada.

    Estou no terceiro semestre da faculdade e acho que esse é meu único vínculo com o Brasil, sou estagiária, tenho 18 anos, mas sou pensionista. Não há uma pessoa em questão que vá bancar minha viagem, pois terei uma ajuda da minha irmã e da minha mãe (que é aposentada), e eu também arcarei com os custos. Como explico isso no formulário? Há muitas chances do meu visto ser reprovado?

  11. lucas marcel langa scalzer disse:

    Bom..eu fui no dia 22 de novembro de 2013 por uma agencia da minha cidade..eu nao falo nem espanhol e nem ingles….
    soh que de inicio o rapaz me disse que era uma junção de 2 empresas…a da minha cidade
    e da capital…resumindo..o rapaz que me” acessorou” nao me falou nada..paguei na epoca…550 reais as taxas do consulado…porem ele nao me informou que eu prescisava de uma declaração da minha empresa..e de uma movimentação bancaria..e colocou um salario que eu na ganhava…
    as seguintes perguntas que ele me fez foi…o atendendo foi super educado comigo..
    primeira pergunta..Pra onde eu vo
    como que eu recebia aquela quantia
    se eu havia viajo pra fora do país..
    e com quem eu eu iria..

    meu visto foi negado, porque realmente nao tinha como ele me dá..pelo fato das informaçoes estarem erradas pela empresa da minha cidade..

    hoje eu entrei em contato com a menina que mexe só com assessóra..e ela me disse que..havia varios la , no rio que o visto era certo seria negado na hora..porque não foram assesorados corretamente…isso me faz lembrar de quando eu passei por isso..foi uma sensação horrrivel..eu nao desejo isso a ninguem…vo tentar de novo agora…tenho fé em deus,,que conseguirei….Boa sorte a todos..e agem com a verdade…..

  12. Eloisa disse:

    Minha mae pediu o visto em Brasília há 4 anos. Na época minha irma estava ilegal nos estados unidos, executaram pra minha mae se a filha dela tinha voltado, ela ficou nervosa, com medo que deportassem ela, e mentiu, disse que sim, havia voltado. Eles aprovaram o visto e uma semana depois ela recebeu uma carta dizendo que havia mentido e nao receberia o visto. Minha irma ja esta legalizada la e pretendemos passar as ferias em orlando. Minha mae eh aposentada e separada. Alguma dica pra essa nova entrevista?

  13. Carolina disse:

    Boa tarde. Hoje fiz a entrevista no consulado do Rio de Janeiro e foi muito tranquila. Minha entrevista foi assim:
    Cônsul = C
    Eu : E

    C – Bom
    E- Bom dia, tudo bem?
    C – Tudo bem. Pra onde você vai?
    E- Nova York
    C- O que você faz?
    E- Sou servidora pública estadual
    C – Quais são suas atribuições
    E – Falei rapidamente sobre elas.
    C – Com quem você vai?
    E – Com um amigo
    C – O que ele faz?
    E – É formado em RI, faz faculdade de Direito e atualmente estagia.
    C – Ele já tem visto?
    E- Ainda não.
    C – Você é formada?
    E – Sim, sou formada em Direito.
    C- Quem é essa sua amiga X que você vai visitar?( Vou ficar na casa de uma amiga que vai estudar lá, então coloquei no formulário na parte do contato o nome e endereço dela)
    E – Ela vai fazer um curso de inglês e vou ficar na casa dela.
    C- Tem algum parante nos EUA?
    E- Tenho um primo que mora no Texas.
    C- Há quanto tempo vocês trabalha como funcionária pública?
    E – Há 5 anos.
    C- Coloque sua mão ali, por favor.
    …..
    C- Seu visto foi aprovado. Boa viagem!

    Escrevendo, até parece que foi muito, mas foi extremamente rápido. Não passou de 2 minutos.
    Segui as dicas daqui e fui sucinta quando respondi. Levei uma pasta enorme cheia de documentos, extratos, declarações do trabalho, imposto de renda etc. Nem abri a pasta, uma vez que ele não me pediu nada.

    No entanto, na entrevista do rapaz que estava a minha frente, ele perguntou também se ele já havia viajado para fora do país. Como ele respondeu que sim, o cônsul perguntou quais foram os lugares, o tempo que ele permaneceu em cada um, quem tinha patrocinado. Ele estava muito nervoso, gaguejou uma horas e o cônsul negou. Acho que foi justamente pelo nervosismo, porque aparentemente o rapaz tinha condições(ouvi que ele ganha 7 mil reais) e vínculos fortes no Brasil.

    Então, se eu puder dar uma dica, seria: controle o nervosismo que tudo dará certo. Olhe nos olhos do cônsul, responda somente o que foi perguntado, seja simpático, mas não seja brincalhão. Não ofereça documentos se ele não tiver pedido(no guichê ao lado, uma menina perguntou a cônsul se ela queria ver o comprovante e ela respondeu bem séria: não pedi pra ver nada. Depois, ao final da entrevista, negou o visto).

    Obrigada pelas dicas no site. Ajudaram muito!

  14. Carlos Vinicius disse:

    Tive meu visto negado hoje, em São Paulo, duas pessoas na minha frente passaram normalmente. Sou casado, minha esposa não vai comigo. Eu ia aos Estados Unidos com um amigo, mas solicitei o cancelamento da viagem. Ela perguntou para onde eu ia, com quem eu ia, perguntou se minha esposa ia, eu disse não, perguntou quanto eu ganhava, disse x, se eu tinha mais alguma fonte de renda, pois eu acho que ela deve ter achado meu salário baixo. Perguntou se eu ja tinha viajado pra fora do Brasil, disse não, dai digitou, e disse, infelizmente, não poderia conceder.
    Eu acho que ela viu que o salário não era tão compativel e porque minha esposa não iria.

  15. Regison disse:

    Pessoal minha experiência nessa batalha pelo visto americano também não foi boa. Minha solicitação foi no dia 31/01/2014.
    Sou funcionário público municipal concursado em regime estatutário a 6 anos, minha renda não é alta, são 2660 reais mensais (valor bruto), mas tenho casa, carro, moto, cartão de crédito internacional com margem de 5300 reais, tenho um valor que venho guardando com muito esforço no valor de 7000 reais no banco e sou casado, minha esposa também funcionária publica do estado de SP e temo uma filha. O oficial me perguntou pra onde eu iria, se trabalhava, se iria sozinho, qual minha profissão, ocupação, se tinha esposa e sua profissão e ocupação, se tinha filhos, qual minha renda mensal, respondi. Ele me pediu comprovante da renda mostrei, meperguntou a idade da minha filha respondi 13 anos, não me pediu extrato de nada, certidão de casamento, nascimento, fatura de cartão escritura de casa, doc de veiculo, nada. Olhou para mim pegou um papel rosa, (nessa hora vi a viola em cacos) e disse. Nós não achamos vc elegível para o visto americano. Pensei, ferrou! Quero saber o seguinte: eu mesmo preenchi o DS 160, fui super sincero e cauteloso na revisão. Coloquei intenção de estadia nos EUA 3 semanas, e quero saber também o seguinte, já fui processado por lesão corporal a muito tempo, e na minha certidão federal sai tudo limpo, estou limpo. Será que isso me impediu? jamais conseguirei o visto por isso? Abraços!

  16. Regison disse:

    Ahh, só pra completar, eu estava parecendo um monge budista de tanta tranquilidade. Acho mesmo é que fui a bola da vez, é questão de sorte.

  17. Amanda Fernandes disse:

    Olá, gostaria de informar que em Maio/2012 fui tentar minha solicitação de visto. Levei comprovante de faculdade, carro e um documento dizendo que eu era sócia de uma empresa e ainda o contra – cheque da prefeitura aonde eu trabalhava. Tive meu visto negado, sem nenhuma explicação. Acho que possivelmente foi por ter apresentado um contra – cheque com um salário mínimo. Vou tentar novamente esse ano o visto para turismo, sendo que quem vai arcar com as despesas da viagem será meu tio. Pretendo ir para a Disney, vou sozinha e contratarei o serviço de um despachante. Tenho 23 anos. Alguma sugestão para me fornecer? Obrigada pela atenção e aguardo retorno!
    Bjs

  18. felipe disse:

    Boa tarde.

    Há tempos minha esposa e eu temos vontade de visitar os EUA, e depois do nascimento de nossa filha, preferimos aguardar ela ter idade suficiente para entender, e aproveitar um passeio como esse (caro e esporádico).

    Como nunca ocorreu antes, conseguiremos sair de ferias no mesmo mês, e por sorte, será mês de ferias escolar (julho).

    Decidimos então, programar nossa viajem a Disney, visitamos algumas agências de viagens, pessoas que já foram, e muitos sites.
    Algumas agências nos colocavam em alguns dilemas para essa viagem.
    O fato de não termos ainda os passaportes (já agendado na PF) e a seguinte questão, a proximidade da (possível) viagens.

    O questionamento que nos fizeram foi o seguinte: “Terão que providenciar os passaportes, visto, e comprar as passagens aéreas, hotel, ingressos, etc. Porem, o visto pode demorar um pouco, quando sair, e se sair, o valor das passagens será um absurdo. Então verifique o que é mais vantagem para você, se não sair os vistos, perderá algum dinheiro com o cancelamento das passagens. Porem, se o visto sair, pagara um valor muito alto por elas”

    Minha esposa e eu pensamos, e concluímos,,, “Vamos arriscar” E compramos as passagens aéreas, e reservamos hotel em Orlando. Semana que vem iremos providenciar os passaportes e o DS160.

    Graças a Deus hoje temos uma vida bastante estável financeiramente apesar da idade. (diferente da época de quando nossa filha nasceu).

    Ambos temos 27 anos;
    Possuo nível superior;
    Temos apartamento próprio (financiado);
    Temos dois bons carros (um quitado, e outro financiado);
    Trabalho a 6 anos e meio na mesma multinacional;

    Minha esposa é funcionária publica a 1 ano e meio;
    Esta cursando faculdade;

    Nossa filha tem 7 anos;
    Estuda em colégio particular.

    Juntos temos um rendimento mensal entre 8 e 9 mil reais.
    Pretendemos levar para gastar lá 4mil dólares, e mais alguns no cartão de credito internacional

    Minha dúvida é a seguinte:
    Temos boas chances de conseguir o visto americano até julho?
    Quando perguntado quanto tempo ficarei lá. Devo mencionar que já temos tudo reservado, para a ida e volta (passagens e hotel)? (seria encarado como prepotência ou displicência nossa?).

    Muito obrigado novamente pela atenção

    • Sarah Amelia disse:

      Olá Felipe, o próprio consulado recomenda primeiro tirar o visto e depois cuidar da parte da viagem, aquela informação do ds160 é apenas uma previsão de viagem. Com base no seu perfil tem tudo para conseguir sim, fique tranquilo que tudo vai dar certo.. até Sarah

      • Felipe disse:

        Retornei após ter sido entrevistado.
        Não foi /é nada fácil.
        O preenchimento do DS160 é tranqüilo, o problema apareceu quando fui enviar o formulário. No momento de adicionar membro da família, minha esposa e minha filha ficaram (exatamente) com os mesmos sobrenomes que os meus. Quando tentei corrigir esse campo já não aceitava mais edição. E sempre aparecia o seguinte erro: “Erro ao criar solicitante”. Tentei de tudo, ate preenchi novamente os DS’s (pior coisa que fiz).
        Pois bem, a única maneira de conseguir prosseguir com o envio e agendar as entrevista foi:
        Criar um novo perfil, inserindo um espaço entre as letras e os números do passaporte, pois se eu os digitasse juntos, remetia sempre ao perfil com os sobrenomes errado (esse sim foi o pior erro que eu poderia ter cometido). De qualquer forma consegui agendar as entrevistas.
        A chegada no CASV do alto do Pinheiros foi bem tranqüila, muitos estacionamentos disponíveis (R$20,00 o dia) e uma fila imensa nos aguardando (porem muito rápida). Como nosso horário estava marcado para as 11:30, chegamos as 10:30 pois não somos de São Paulo. E como o percurso é imprevisível, melhor antecipado que atrasado.
        Pegamos a primeira fila: Desligamos os celulares, analisaram as confirmações, passaportes, agendamentos e entramos.
        Pegamos a segunda fila (muita gente, porem muito rápida também) e apresentamos os referidos documentos. E a funcionaria muito educada pegou os passaportes escaneou juntamente com a confirmação da DS, bem tranqüilo, sem novidade. No momento que foi passar o da minha filha e de minha esposa, ERRO ..Tentou novamente e ERRO. Perguntou-me sobre quem agendou nossas entrevistas, quem preencheu o DS160, disse que fui eu, e de fato foi mesmo. Ficou pensativa e perguntou como havia conseguido fazer tal proeza, pois havia dois preenchimentos de DS para cada pessoa, e dois perfis para minha esposa e minha filha. (já fiquei pensativo sobre qual gênio eu fui. Kkk minha esposa fez uma cara para mim,,,)
        Expliquei sobre o erro e ela me perguntou se eu tinha pressa, pois para corrigir os cadastros demoraria um pouco. Disse que poderia levar o tempo que fosse. Levou alguns minutos e nos chamaram novamente. O erro foi corrigido, pois foi justamente o espaço que deixei entre as letras e os números dava o erro no sistema dela, e quando ela tentava retirar esse espaço, remetia ao cadastro antigo (o errado). Pois bem, tudo corrigido, tudo certo. Perguntei se ocorria com freqüência esse erro, ela me disse que sim. Fiquei aliviado, e eu não mais apanharia da minha esposa, que já estava me olhando como ódio no coração pensando o que faria comigo em casa, pois tinha acabado de rasgar US$480. kkk
        Fomos para uma terceira fila (bem menor). Tiramos as fotos, marcamos as digitais, e fomos embora. No dia seguinte (ontem) fomos ao consulado.
        Muito, mais muito mais gente, porem chegamos e já fomos para a fila das 11:30. Logo liberaram nossa fila e fomos recepcionados por alguns “mesários” que ficam com nosso passaporte. Acredito que passa por uma pesada analise nesse momento (explicarei o porquê depois…)
        E nos encaminharam para uma fila bem maior, onde todas as 4 ou 5 filas anterior se encontravam. La nessa fila, a fila da revista tivemos que tirar os cintos e guardar tudo que estava em nossas mãos e nos bolsos na pasta que carregávamos os documentos.
        No momento da revista, entra quatro por vez em uma sala, onde passamos por um detector de metais, e nossas coisas numa esteira ao lado (raio-x), nesse momento os seguranças são um pouco mais ríspidos, e solicitam pressa (compreensível, pois a fila estava imensa, e entravam apenas quatro pessoas por vez, em cada uma das três salas).
        Após isso fomos direcionados a um grande saguão, onde víamos uma área com muitos bancos para aguardamos sentados chamarem nossos nomes e devolução dos passaportes. Como havia muita gente, ficamos em pé, e esperamos um pouco mais que nas outras filas.
        Percebi que as pessoas que estávamos próximas a mim lá na entrada, na primeira fila já tinham sido chamadas e já estavam aguardando a entrevista. Fiquei preocupado (e não para menos). Logo em seguida nos chamaram, e nos disseram para nos dirigirmos ao guichê 19. Lá poucas pessoas (talvez três ou quatro pessoas estavam lá), porem não nos entregaram nossos passaporte. Fiquei ainda mais preocupado. Passou o funcionário que anunciava os nomes das pessoas, e perguntei: “Por que quando você chama os nomes das pessoas entrega seu passaporte, direciona para a entrevista, e os nossos não nos devolveu?”. Ele respondeu: “Os seus passaportes ficaram para ter uma analise mais criteriosa, pois por algum motivo eles querem tirar algumas duvidas”. Pensei: (ferrou), será que foi aquele erro ainda?!
        Quando fomos atendidos uma funcionaria muito educada perguntou da presença de todos, e conferiu a fotografia do passaporte com nossa fisionomia, e em seguida pediu uma foto da minha esposa. Entregamos a que tínhamos, uma 3×4 que ficava em minha carteira. E Aguardamos sermos chamados para a devolução dos passaportes e encaminhamento para entrevista de fato. Nessa hora minha esposa disse que desistiria se não fossemos aprovados.
        Assim feito, encaramos uma grande fila, tipo a da montanha russa do Hopi Hari (brincadeira,,,)
        Nessa fila dava para ver as pessoas sendo entrevistadas, todas elas, ora dos guichê 01 ao 06, ora do 11 ao 17. (os guichês 07, 08, 09, 10 e 18 não estavam operando). Percebi que o guichê 17 que se encontrava uma mulher, o 02 e 07 que se encontravam homens, as entrevistas eram muito mais criteriosa, demorava mais, verificavam documentos. Mesmo estando como toda a documentação correta, e sendo verdadeiro nas respostas do DS. Aqueles importunos me deixou muito nervoso. E ver constantemente as pessoas sendo reprovadas, deixou-me ainda mais nervosos, (sim, da para ver as pessoas sendo reprovadas, e aprovadas).
        Quando ficamos à frente da fila e aguardando o direcionamento para qual guichê iríamos, isso ± em frente ao guichê 10. Na minha cabeça se passava, o “02, 07 e o 17 não….”. Eis que aparece em nossa frente um homem pegando um fone, e solicitando o nosso deslocamento a cabine 10. Ele acabara de chegar do almoço… Fiquei com receio, pois não deu para fazer uma media visual das rejeições dele…
        Um senhor branco, calvo, de óculos com um sotaque muito forte, e educadíssimo nos recepcionou:
        Ele: bom dia;
        Eu: bom dia;
        Ele: tudo bem?
        Eu : sim, tudo bem;
        Ele: quantas pessoas irão viajar?
        Eu: três, porem minha filha não veio;
        Ele: vão para onde?
        Eu: Orlando;
        Ele: Já viajou para fora do país antes?
        Eu: não;
        Ele: O que você faz no Brasil?
        Eu: não entendi sua pergunta (estava muito barulho, e ventava muito La fora);
        Ele: o q u e v o c e f a z n o B r a s i l ???
        Eu: trabalho com () a seis anos nessa empresa;
        Ele: e voce? (perguntou para minha esposa)
        Ela: sou ();
        Ele: em qual empresa?
        Ela: ();
        Em todo momento ele batia freneticamente na letra “v”, e clicava alucinadamente no mouse. De repente ele levanta da cadeira e sai do guichê. Na minha cabeça ficou: “mer,, deu erro de novo, agora não vai ter jeito, fui reprovado”. Porem acredito que é intencional essa saída repentina, apenas para ver nosso comportamento. Ficamos estáticos, não piscamos, após alguns segundo ele voltou, pediu para eu colocar nossas digitais na maquina, posteriormente minha espoca. Entregou um pequeno papel branco, riu e disse: “Parabéns, seus vistos foram aprovados”
        Nossa, foi emocionante. Depois de tantos contratempos, em fim, vistos aprovados. Esse momento é realmente muito estranho, pois pessoas que você não conhece têm sucessivamente os vistos rejeitados, ali ao seu lado, mesmo sem conhecê-las ficamos chateados, pois todos ali estão com a mesma expectativa que você, pagaram a mesma taxa que você, e estão esperando realmente uma resposta positiva.
        Pois bem, realmente um texto longo, mais não poderia deixar de dar esse feedback a vocês, pois esses depoimentos realmente me ajudaram muito.
        Muito obrigado,

        E Orlando,,,,ai vou eu!

        • Juninho disse:

          Felipe.
          Muito legal seu relato, a ansiedade para tirar o visto sempre é grande apesar de estar tudo certo e falando a verdade, mas no seu caso a ansiedade foi bem pior, pois errou no preenchimento e desde o casv deu algum tipo de problema, e no dia da entrevista ainda reterem seu passaporte. Não tem como não ficar nervoso na hora.
          Eu tbm comprei minha passagem antes do visto, mas eu e minha esposa tiramos o visto sem qualquer tipo de problema, mas na hora da entrevista ficava prestando atenção nos guiches, mas demos sorte e pecamos uma funcionária muito simpática, que aliás já tinha observado na fila de espera, e foi tudo muito rápido, apenas perguntou se éramos casados, desde quando, profissão de ambos, e o nosso destino e só.
          Pelo q li antes de tirar o visto eles tem alguns critérios pré definidos, como jovem, recém formado, viajando sozinho entre outros.
          Realmente comentários sobre a entrevista ajudam bastante a quem ainda vai passar por esta etapa.
          Um grande abraço

  19. Lucas disse:

    Bom dia, tentei o visto no dia 4/02/2014 e foi negado, sou universitário curso o 1º período de direito, trabalho no setor de logística de uma empresa de nutrição animal, meu pai e empresario, declara imposto de renda no valor de 40.000 , minha mãe e coordenadora de uma instituição que abriga crianças carente, com renda de 2.000 por mês.Na minha entrevista me perguntaram pra onde eu iria, o que fazia, e quanto eu ganhava , que e um valor de 713,00 mais não me perguntaram que iria custear minha viajem, e tive o visto negado, não entendi o pq, sera que a Consul pensou que eu iria bancar a viagem.Aguardo dicas. obrigado!!

  20. Arthur Hursan disse:

    Galera, boa tarde.

    Quero dividir com todos a minha experiência… diferente da maioria eu ganhei uma viagem para Miami pelo Banco que trabalho, com todos os gastos inclusos (Aéreos / Hotel / Visto)… Eu achei complexo o preenchimento do formulário DS160, porem tudo ocorreu bem… agendei a primeira consulta para 12/02/2014 (Alto de Pinheiros) coletaram todos os dados e digitais (rápido o atendimento), e deixei agendado a entrevista no consulado para 13/02/2014…
    No consulado, o pessoal da segurança é um pouco estressado… pede para tirar o cinto, sapato, moedas e tudo que estiver no bolso…. (procedimento adotado em outros países).. o grande problema foi a fila que enfrentei, esperei praticamente uma hora até o guichê…

    Estava com receio, pois reprovaram um grupo de pessoas que estavam com a viagem marcada. (não conseguiram declarar o valor mensal – Sugestão…não mintam sobre a renda/salario).
    Chegou a minha vez e o atendente foi muito tranquilo e conservador… fez algumas perguntas, são elas;

    Atendente = A
    Eu = E

    A – Boa Tarde, tudo bem?
    E – Boa Tarde, tudo bem.
    A – Qual o destino?
    E – Miami
    A – Quanto tempo trabalha no Banco X?
    E – 8 anos
    A – Casado?
    E – Sim
    A – Quem arcara com as despesas da viagem?
    E – O Banco arcara com todas as despesas.
    A – A sua esposa não vai?
    E – Não, a premiação não estende para acompanhantes.
    A – Preciso da sua declaração de renda!
    E – Entreguei o documento IR para comprovar o valor mensal e bens..
    A – Ok.. tenha uma boa viagem… seu visto fora aprovado… até 10 dias para receber.

    Ele até brincou depois… e a sua esposa não vai? hum…. complicado né… mas não respondi…

    Desejo Boa sorte a todos…

  21. Bruno disse:

    Olá Pessoal minha entrevista é dia 07/03, confesso de estou com medo,Já li muito a respeito, esse site realmente esta me ajudando tambem na minha preparação, Espero que quando eu voltar aqui eu traga boas noticias e escrevo como foi, até lá boa sorte a todos.

  22. sergio disse:

    Ola Sara,gostaria de sua sugestao ou de alguem que me ajude….Tive meu visto negado em 2000 mas era com meu nome sem do meu pai e agora tenho o nome dele. Preciso dizer que foi negado em 2000?ou eles tem como ver? Sou solteiro,sem filhos,tenho uma renda de 4300 de aluguel mas nao trabalho.Tenho 3 terras e terreno no valor de 500,000 ja declarando no imposto de renda.,em março. Tenho uma conta bancaria de 90,000 reais…..Sera que tenho chance? Obrigado…

  23. JACILENE disse:

    Meu visto foi negado, gostaria muito de conhecer Miami, fiz tudo certinho, más o problema é que não trabalho no Brasil, trabalho em navios de cruzeiros, fazendo temporadas fora do país, mesmo assim meu visto foi negado.
    O agente perguntou algumas coisas:
    Boa tarde,
    Via pra onde?
    * Pretendo ir a Miami
    o que vai fazer lá?
    * vou de férias quando terminar meu contrato
    O que faz no navio?
    Quanto é seu salário mensal?
    Quanto mais ou menos é seu salário anual?
    Quanto tempo fica fora do Brasil nestes contratos? eu disse de 6 a 8 meses.
    Tem casa aqui no Brasil? Sim, Alugada.
    Com quem mora?
    olhou meu passaporte…
    Perguntou se eu era casada, tinha filhos…
    Neguei porque não sou e nem tenho.
    Levei um monte de comprovantes, contrato da minha casa, meus olerites do barco, meu passaporte anterior com vários carimbos, conta, extrato de poupança tudo, cartão de crédito internacional…
    Más não pediu nada, perguntei se ele queria ver alguns de meus papeis e ele disse que não..
    Tenho 32 anos, solteira…
    más ele foi lá dentro, veio um agente com óculos por baixo dos olhos, olhou na minha cara de longe, falou algo com ele, isso demorou uns 20 segundos e ele voltou imprimiu um papel e dalé já sabia… Lamento más você não pode receber o visto.

    Lamentável, isso porque eu já conheço uns 15 países, tenho entrada e saída de alguns deles quando embarco e nem isso eles consideraram… eu não quero is pra morar, queria apenas visitar o país, até porque se for pra ganhar em dólar com tudo garantido, de moradia, comida e viajens, claro que não ia trocar o barco por morar e tentar empregos por lá… não entendo…

  24. Enrique disse:

    Olá!
    Dia 28/02 fiz a minha entrevista na Embaixada dos EUA em Brasília, no inicio estava bastante nervoso ate o momento que iniciou a entrevista, agente consular fez apenas cinco perguntas: “O motivo da viagem, pra onde pretendo viajar, se vai apenas eu, qual minha renda e onde eu trabalhava,” a agente não solicitou nenhuma documento adicional a não ser o passaporte e em menos de 10 minutos recolheu minhas digitais e desejou boa viagem, das pessoas que estavam comigo na fila no horário agendado todos tiveram seus vistos aprovados tinha ate um solicitante que não tinha comprovante de renda e nenhum vinculo empregatício no Brasil teve também sua solicitação atendida. Boa sorte a todos!

  25. Nathalia disse:

    Então gente, hoje, 10/03/14 tive meu visto americano negado no Consulado de Brasília. Vou fazer um resumão e explicar como tudo aconteceu pra servir de exemplo para outros viajantes. Estou pensando em tentar de novo porque eu sei que não tem nada de errado comigo… enfim

    Tenho 18 anos, estou no terceiro semestre de uma instituição particular, recebo pensão, faço estágio e coloquei no DS-160 que minha mãe estaria pagando minha viagem. Coloquei também que iria com uma amiga.
    Certo, ontem compareci ao CASV, atendimento rápido, tudo certo, e hoje era a temida entrevista. Cheguei 40 minutos antes, mas não adianta muito, você só é atendido na hora ou depois do horário marcado.

    No consulado daqui, há uma vidro vermelho que impede a visualização dos agentes, apenas o guichê 01 era visível. Pois bem, na minha hora fui indicada para esse guichê. Um americano negro, de óculos e com sotaque forte foi me entrevistar. Foi assim:

    Consul: Bom dia, tudo bem?
    Eu: Bom dia, tudo bem.
    C: Pra onde vai?
    E: Orlando
    C: Com quem vai?
    E: Uma amiga
    C: Seria a primeira vez?
    E: Sim.
    C: Qual sua ocupação?
    E: Como? (não escutei)
    C: Sua ocupação, o que você faz.
    E: Estudante
    C: Onde estuda?
    E: Universidade Paulista
    C: É uma instituição particular?
    E: Sim.
    C: Quem paga sua faculdade?
    E: Minha mãe.
    C: Você faz faculdade de quê?
    E: Jornalismo
    C: Você tem irmãos, irmãs?
    E: Sim, uma irmã.
    C: O que ela faz?
    E: Pedagoga.
    C: O que sua mãe faz?
    E: Aposentada.
    C: Quando começou sua faculdade?
    E: Ano passado, no começo do ano.
    C: Você faz estágio?
    E: Sim.
    C: Você pode descrever suas funções?
    E: Sim (falei, falei o nome da empresa, ele não entendeu, falei de novo).
    — acho que foi isso, ele parava muito e digitava por vários segundos —
    C: Infelizmente seu visto foi negado.
    — eu chocada, boquiaberta —
    E: Por que?
    C: As leis de imigração são muito rígidas e você…
    E: Mas você pode me dizer por que?
    C: Todas as informações que você vai precisar saber estão nesta carta, sinto muito.

    Bom gente, que eu me lembrei foi isso aí, mas acho que esqueci alguma coisa ou outra. Eu fiquei simplesmente chocada, não me pediu nenhum documento, digitou muita coisa, na hora até achei que estava tudo certo. Minha amiga tirou o visto com uns 22/23 anos, estava acho que no 6º semestre de uma outra faculdade particular, falou que a mãe pagaria e ela foi aprovada, mas colocou no formulário que iria de excussão, não com uma amiga. Acho que o que pegou foi ir sozinha com uma amiga, talvez a idade… Quem sabe o fato de ainda estar no 3º semestre… sinceramente estou muito triste não tanto pelo dinheiro que perdi (quase R$ 600), mas principalmente porque me foi tirado um sonho de infância, já tinha tudo esquematizado. E ainda pode me atrapalhar no futuro, já que serei jornalista e posso trabalhar viajando. A carta que recebi diz: “Uma recusa pela seção 214 (b) significa que você não demonstrou que suas atividades nos EUA estariam de acordo com a classificação do visto de não-imigrante que você solicitou”.
    Enfim, fica a minha experiência. O que vocês acham que deu errado?

  26. Denis disse:

    Ontem 13/3/2014 tive meu visto negado em Sao Paulo! Fiquei bem chateado pois iria com a minha irma comemorar nosso aniversario e ganhamos a viagem de nossa mae! Inclusive passagens compradas para final de abril! (Minha irma ja tem visto)
    Resumindo, tenho 24 anos, faço faculdade, sou socio de uma empresa e disse que minha mae iria pagar a viagem!
    Perguntou para onde ia, se ja sai do pais, minha ocupacao, com quem ia e para que ia!
    Respondi tudo tranquilamente, e ai vem aquele papel rosa!
    Nao me pediram nenhum documento e quando perguntado o porque da recusa ela simplesmente olhava pra minha cara e falava “obrigado senhor”
    Se estudar e ser socio de uma empresa nao eh um vinculo com o brasil entao nao sei!
    Agora tentar o tudo ou nada de novo em abril se nao cancelar toda viagem!

    Complicado o tratamento de alguns funcionarios dos guiches!

  27. Lucas Henrique disse:

    Li os comentarios de muitas pessoas aqui e vi que no fim as perguntas e as respostas sao sempre as mesmas
    minha entrevista foi hoje no consul do rio de janeiro
    bem cheguei 40 min antes entrei na fila das 8:15 e e depois de 15 min na fila entramos pro consul e foi tudo rapido , entravam praticamente de 5 em 5 quando chegou minha vez um americano de aproximadamente 26 , 27 anos
    C – Bom dia
    E – Bom dia
    C – Pra onde você vai ??
    E – Miami
    C – Voce trabalha ?
    E – Sim
    C – O que voce faz ?
    E – sou marinheiro
    C – com quem voce mora ?
    E – com minha avó
    C – e o que ela faz ?
    E – apostada
    C – quem pagou sua viagem
    E – eu mesmo

    depois de pedir pra eu por os dedos na maquina pra verificar minhas digitais ele veio ” me desculpe mas seu visto foi negado voce pode tentar outras vezes e tudo que voce precisar saber esta escrito nesse papel ” , eu na hora fiquei tao surpreso que falei ” tudo bem amigo , obrigado ” e então depois que sai do consul a ficha caiu …
    bem nao me pediu nenhum documento nem perguntou nada alem disso de qualquer forma boa sorte a todos !!!

  28. Dafini disse:

    Olá gente! Voltei aqui só pra dar meu testemunho. No dia 11/03 fiz a entrevista no consulado junto com meu namorado. Bem, eu trabalho, porém não tenho como comprovar renda pq não sou registrada. Já sou formada na faculdade. Coloquei no meu formulário que estava desempregada e que iria bancar minha viagem com dinheiro que guardei. Meu namorado trabalha registrado, ganha razoavelmente bem e estuda. Fiz com ele a entrevista e estava com medo de ter meu visto negado, já que não tenho muitos vínculos, mas não estava nervosa na hora da entrevista. A entrevista foi comum agente consular SUUUPER simpático, o que ajudou e muito. Foi da seguinte maneira:

    Agente: seus passaportes por favor… (aí entregamos, ele olhou nossa foto e falou “humm são as mesmas pessoas da foto” e deu risada.. aí a gente riu tbm, ele pediu pra colocarmos lah a mao e colheu nossas impressoes digitais)
    Agente: O que você faz? (perguntou pra mim e pro meu namorado)
    Namorado: Sou técnico de manutenção elétrica
    Eu: Atualmente estou desempregada
    Aí ele digitou digitou digitou
    Agente: qual o propósito da viagem?
    Namorado: Turismo
    Agente: pra onde vocês vão?
    Namorado: Tennesse
    Agente: Tennesse?? (com carinha de espanto kkk o que vcs vao fazer no tennesse?? acho q ele pensou kkk)
    Namorado: Meus tios moram lá e nos convidaram para nos hospedar com eles…
    Aí ele digitou mais um bucado….
    Agente: vocês sao casados?
    Namorado: Não, somos namorados… mas estamos juntos ha bastannnte tempo (aí o agente riu de novo)
    digitou digitou digitou
    Agente: parabéns seus vistos foram aprovados =D

    Bem, e foi isso… Eu levei bastante documentos e não foi pedido nada.. inclusive uma carta convite dos tios do meu namorado… É importante levar, mas no meu caso não foi pedido nada…

    Acho que além de manter a calma e não mentir o que nos ajudou também foi a simpatia do agente que nos atendeu. Ele sorria, nos fazia rir e isso quebra muito o gelo… Espero que vocês tenham a mesma sorte que eu tive =D

  29. Dafini disse:

    Olá gente! Voltei aqui só pra dar meu testemunho. No dia 11/03 fiz a entrevista no consulado junto com meu namorado. Bem, eu trabalho, porém não tenho como comprovar renda pq não sou registrada. Já sou formada na faculdade. Coloquei no meu formulário que estava desempregada e que iria bancar minha viagem com dinheiro que guardei. Meu namorado trabalha registrado, ganha razoavelmente bem e estuda. Fiz com ele a entrevista e estava com medo de ter meu visto negado, já que não tenho muitos vínculos, mas não estava nervosa na hora da entrevista. A entrevista foi comum agente consular SUUUPER simpático, o que ajudou e muito. Foi da seguinte maneira:

    Agente: seus passaportes por favor… (aí entregamos, ele olhou nossa foto e falou “humm são as mesmas pessoas da foto” e deu risada.. aí a gente riu tbm, ele pediu pra colocarmos lah a mao e colheu nossas impressoes digitais)
    Agente: O que você faz? (perguntou pra mim e pro meu namorado)
    Namorado: Sou técnico de manutenção elétrica
    Eu: Atualmente estou desempregada
    Aí ele digitou digitou digitou
    Agente: qual o propósito da viagem?
    Namorado: Turismo
    Agente: pra onde vocês vão?
    Namorado: Tennesse
    Agente: Tennesse?? (com carinha de espanto kkk o que vcs vao fazer no tennesse?? acho q ele pensou kkk)
    Namorado: Meus tios moram lá e nos convidaram para nos hospedar com eles…
    Aí ele digitou mais um bucado….
    Agente: vocês sao casados?
    Namorado: Não, somos namorados… mas estamos juntos ha bastannnte tempo (aí o agente riu de novo)
    digitou digitou digitou
    Agente: parabéns seus vistos foram aprovados =D

    Bem, e foi isso… Eu levei bastante documentos e não foi pedido nada.. inclusive uma carta convite dos tios do meu namorado… É importante levar, mas no meu caso não foi pedido nada…

    Acho que além de manter a calma e não mentir o que nos ajudou também foi a simpatia do agente que nos atendeu. Ele sorria, nos fazia rir e isso quebra muito o gelo… Espero que vocês tenham a mesma sorte que eu tive =D

  30. Andre Thiago disse:

    Tive meu visto negado duas vezes :( …. o primeiro foi em Recife Mar /2011 e o segundo em Brasilia out /2013

    EM RECIFE – Em maço fui com minha irma e a filha dela( minha sobrinha ) , minha irma foi renovar o visto. O problema é que minha irma e minha sobrinha ficaram nervosas … quando chegou la, ela pediu para entrevistar todo mundo junto e assim foi concedido … Quem nos atendeu foi um americano, ele perguntava intercalando , uma pergunta para cada um …so que minha irma respondia as pergunta da filha dela e as vezes ela nao se lembrava , depois ele perguntou tres vezes a minha irma se ela conhecia alguem nos EUA , ela disse que ” não ” na ultima vez disse que “sim ” … pensei logo : Adeus visto! rsrsrs falou varias besteiras porque realmente o filho dela morou lá e levou a familia americana dele pra ca … ae ele disse que conhecia uma amiga … o que o consulado pensou, que ela estava levando minha sobrinha e eu pra morar lá … em todas as minhas perguntas respondi tranquilamente … ae o consulado disse : o visto de voces dois estao negado e da sua irma esta ok … obrigado tenham um bom dia . É assim que acontece quando vai muita gente pra entrevista … Ae nao fui passar minhas Ferias nos EUA , Nesse intervalo de 2011 a 2013 fui Para Argentina , Chile , Uruguay …

    EM BRASILIA 2013- Em Out la fui eu novamente, agora sozinho! Agora tinha mudado fui para o CASV e no outro dia para o CONSULADO Tinha certeza que ia dar certo .. Quem me atendeu foi uma morena bem africana magra … muito educada …
    Ela : Bom dia !
    Eu: Bom dia !
    Ela : Por favor coloque suas maos para ver se bate as digitais…
    ( fiz o procedimento )
    Ela : Então Andre Você vai pra onde ?
    Eu: Nova York
    Ela : Vai passar quantos dias ?
    Eu: 10 dias
    Ela: O que você faz?
    Eu: Sou Auxiliar Administrativo em um Escola
    Ela : Há quanto tempo ?
    Eu: Ha 9 anos
    ( Ela sorriu e digitou .. quase não parava ..rsrs )
    Ela: Se visto já foi negado não foi ?
    Eu: sim em 2011
    ( Ela olhou meu passaport )
    Ela : Vejo que voce viaja muito .. Chile , Argentina … e voce nao viajou pra nenhum outro pais nao ?
    ( eu Pensei: que??? ela ta doida …)
    Eu: Nao somente os que estao no passaport
    ( Ela digitou , digitou )
    Ela: Voce tem alguma propriedade ?
    Eu: Não
    Ela : ok
    Ela: Quem é Ângela?
    Eu: Minha irma
    Ela : Ela vai com você?
    Eu: Sim
    Ela: E porque ela vai te ajudar nessa viagem ??
    Eu: Porque eu moro com ela ,me pediu pra fazer companhia
    (Ela digitou ,digitou )
    Ela : Por favor só mais uma coisa Imposto de Renda
    ( Entreguei Ela digitou , digitou )
    Ela: Infelizmente não deu certo , muito Obrigado !
    (me deu o mesmo papel que recebi em Recife e fui embora )

    Que pena .. não poderei passar minha ferias nos EUA … Em julho depois da copa estou indo para Paris se Deus quiser ! ja comprei as passagens :)))))))) Vou deixar passar um tempo pra poder tirar o visto novamente …

  31. Ana Zilio disse:

    Mas a negação acontece na 1a entrevista no CASV ou na 2a no Consulado? Preciso levar todos os documento que comprovam os vinculos nas 2?

  32. cindy disse:

    Gostaria de saber se o fato de ja ter ido a Europa inclusive tendo deportada implicara na hora de tentar o visto Americano,claro que eu fiz um novo passaporte e isso aconteceu a mais de 2 anos.Att

  33. Adilson Soares da Silva disse:

    Olá, boa tarde!!
    Estou agendando pra tirar meu visto agora em julho/2014, iremos eu, minha esposa e dois filhos. Sou funcionário público estadual e minha esposa é professora, juntos temos uma renda de aproximadamente R$14.000,00, temos casa própria e dois veículos, ou seja, acredito, vínculos necessários e suficientes pra não ter intenção de ficar nos EUA. Minha pergunta é o seguinte: há casos de ser negado o visto pra algum dos membros da família e concedido à outros? ou pode ser negado pra todos ou concedidos pra todos? Desde já, obrigado!!

    • Sarah Amelia disse:

      Olá Adilson, pode acontecer sim do agente conceder para um membro e negar para outro, mas isso acontece quando um dos membros não possui vínculos, mas no seu caso como vocês trabalham, acredito que as chances de isso acontecer são minimas.

  34. SIDMARA disse:

    MINHA FILHA FOI TIRAR O VISTO COM MINHA IRMA QUE JA TEVE O VISTO CANCELADO, POREM MINHA FILHA É APENAS ESTUDANTE E TERMINANDO O CURSO, E EU VOU CUSTEAR A PASSAGEM DELA E JA TENHO O VISTO, AS DUAS TIVERAM O VISTO NEGADO, E MINHA IRMA PERGUNTOU PARA O AGENTE SE ELE ESTAVA NEGANDO POR CAUSA DELA, ELE DISSE QUE NÃO, PORÉM ELE PRECISA DA PRESENÇA DA MAE POR CONTA DO VISTO AGORA SER POR 10 ANOS E QUE HOJE NAO RECEBERIA O VISTO. AI PENSEI QUE SE VOLTAR NOVAMENTE COMO ELE DISSE QUE TENHO QUE IR COM ELA, SERÁ QUE ELES NÃO VÃO CANCELAR MEU VISTO POR CONTA DA MINHA IRMÂ?

  35. Luiz disse:

    Boa tarde pessoal!
    Bom minha entrevista foi em Brasília no dia 21/07/14 (segunda) no consulado, horário 12:00 hrs. No dia anterior fui no casv, horário 16:15.
    No primeiro dia (casv), foi muito tranquilo e levou 5 minutos.
    No segundo dia, dia da entrevista no consulado, estávamos meu irmão e eu e chegamos ao consulado as 11:10. Deixamos os eletrônicos no carro e adentramos ao consulado. Passamos pela raio-x e na entrada da sala da entrevista vc entrega seus passaportes para um agente que posteriormente ele chama vc e os familiares seus juntos.
    Entramos, não esperamos 10 minutos e fomos chamados, o consulado deveria ter no máximo 10 pessoas para entrevista.
    Entramos na fila (eu e irmão) e de la ja viamos pessoas tendo os vistos negados, mas eu mantendo a tranquilidade e fomos chamados pelo agente consul.
    C = consul
    Nos = Eu e irmão
    C = Bom dia!
    Nos = Bom dia!
    Por favor os passaportes = entregamos
    C = Qual o parentesco de vocês?
    Nos = irmãos
    C = digitou e solicitou que colocássemos os 4 dedos da mão direita no scaner.
    C = Vão para onde?
    Nos = Miami
    C = quantos dias irmão ficar?
    Nos = 15 dias.
    C = Qual a finalidade da ida?
    Nos = Turismo e compras.
    C = A primeira vez que estão indo aos EUA?
    Nos = Sim.
    C = Quem esta custeando a viajem de vocês?
    Nos = Nossa mãe.
    C = O que ela faz?
    Nos = Empresária, pensionista e recebe alugueis.
    C = Poderia me entregar a declaração de imposto de renda?
    Eu Luiz = Sim, peguei o IR e o extrato da pensão dela.
    C = qual a empresa que ela possui?
    Eu = De piscina.
    C = Você Luiz, falta quantos periodos para terminar a faculdade?
    Eu = Estou matriculado no 8º e falta 2 periodos para terminar.
    C = e você Marcelo?
    M = Eu faço provas, quando eu terminar eu me formo (o consul ficou voando, eu pensando fudeu). Ele faz supletivo kkk
    C = Já estiveram nos EUA?
    EU = Não.
    C = Vocês não acham que esta muito cedo para solicitar o visto agora?
    Luiz: … 5 segundos …. Nãoooo, porque temos que organizar ainda a viajem, comprar passagens aereas, etc. (balançou a cabeça concordando).
    Digitouuuuuuuuuu 30 s e Seus vistos foram aprovados, entre 15 dias receberão os passaportes no local indicado por vocês. Tenham uma boa viajem.
    Saimos de la aliviados!
    Eu, luiz na minha entrevista não gesticulava com as mãos e apesar de eu ter um pouco de problema na fala (eu travo e gaguejo um pouco quando fico nervoso) consegui falar “fluentemente”, porém sempre olhando nos olhos deles, sendo direto e firme nas respostas. Você ve o consul atraves de um vidro.
    Eu Luiz, tenho 21 anos, sou estudante de Direito em instituição particular e faço estágio remunerado.
    Irmão é um atoa e faz supletivo.
    Desde a entrada no consulado até o termino não passaram 20 minutos.
    A entrevista durou 5 minutos.
    É isso pessoal, entrevista “meio tranquila”! Aconselho a ser direto, olhar nos olhos, não gesticular com as mãos e ser firme nas respostas e claro, vá bem vestido, mas nada extravagante.

  36. adriana disse:

    E no meu caso que será meu marido que vai arcar com meus custos da viagem, devo levar algum documento?

  37. karyna disse:

    Boa tarde
    Tive meu visto estudante negado ..qual melhor opção para conseguir o visto estudante?Eu não tinha meu imposto de renda mais dei o contra-cheque e tbm era minha amiga que iria custear todo curso ..posso tentar outra vez?
    Grata aguardo retorno

  38. Paula disse:

    Gente, meu visto foi super tranquilo. Moro a 15 anos com uma pessoa,( nao sou casada no papel) temos 3 filhos, nao trabalho. Simplesmente levei os documentos exigidos, e o IR do meu marido.
    Levei por segurança pois nem isso ele pediu, fez algumas perguntas tipo se eu tinha alguma conhecido no EUA, com quem eu iria deixar meus filhos ( pq Na época eu ia viajar sozinha) disse que ficariam com minha mãe, e perguntou quando eu eu, eu disse que ainda era um projeto futuro, que queria conhecer o EUA para comprar e passeio, perguntou tb quem iria pagar a minha passagem, e eu disse que ia ser meu companheiro, aí saquei os ir, certidão de nascimento dos meus filhos para provar o vínculo. E pronto! Aprovadissima! Nao demorou n 3 minutos..Ah detalhe no ano seguinte tirei o visto dos meus filhotes..super tranquilo.

    Boa sorte a todos!

  39. Janaina disse:

    Fui com minha prima, pois pretendemos viajar juntas em fevereiro. A moça do consulado foi super grossa, perguntou as mesmas coisas pra mim e pra ela, só que o meu visto foi negado e o da minha prima não.
    Perguntou quando iríamos, pra onde e quando. Depois fez uma entrevista “individual”, perguntando o que fazemos, e nós duas somos servidoras públicas de cidades diferentes, quanto ganhávamos, e ela ganha apenas 250,00 reais a mais que eu. Com quem moramos (eu moro com minha avó e ela com a mãe e a irmã) e só.
    Até agora não entendo como uma conseguiu e a outra não.
    Eu já viajei para outros 9 países e ela nem olhou meu passaporte. Não pediu documento algum, e não perguntou nada mais do que isso.
    Será que posso tentar o visto novamente mês que vem?

    • admin disse:

      Janaina, as vezes fica dificil mesmo entender o motivo que o visto é negado, mas você pode tentar sim quando quiser. Mas lembre-se de não alterar muita informação no seu ds160 para eles não pensarem que você esta mentindo…

  40. Sarah Amelia disse:

    Olá Paula.. Que bom que deu tudo certo para você! Boa viagem aos EUA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *